images

Resenha: Caminho das Sombras – Brent Weeks

Autor: Brent Weeks
Ano: 2016
Páginas: 432
Editora: Arqueiro
Compre aqui:Buscapé

Sinopse: Para Durzo Blint, matar é uma arte… e ele é o artista mais talentoso da cidade. Temido por muitos, Durzo é uma lenda viva com as mãos manchadas de sangue e nenhuma culpa pelas vítimas que deixa pelo caminho.
Esse mundo sombrio também não é novidade para o jovem Azoth. Sobrevivendo entre becos sujos, ele aprendeu que a esperança é uma piada. Pelas regras das guildas, crianças são agredidas e surradas todos os dias.
Quando a morte se torna questão de tempo para ele e seus amigos, Azoth se vê forçado a vencer o medo e agarrar a chance de virar um derramador, um assassino. Ele precisa se tornar discípulo de Durzo Blint.


Azoth é um menino de 11 anos, que vive nas ruas de Cenaria e faz de tudo para sobreviver e proteger seus amigos Jarl e menina-boneca. Os três fazem parte de uma gangue, que é liderada por Rato, um adolescente repugnante e abusivo, que faz as pobres crianças de gato e sapato,ele os agride, ordena roubos, cobra taxas abusivas, e muitas vezes comente violência sexual contra eles.

Cansado de ser explorado, Azoth procura uma forma de sair da guilda de Rato. E para isso  ele precisa se tornar mais forte, para assim se proteger e também aos seus amigos.

Quando seu caminho cruza com o de Durzo Blint -o mais temido assassino de Cenaria-, Azoth não perde a chance de ser tornar seu seguidor. Só que , para que isto possa ser possível, Durzo impõe uma condição, ele pede para que Azoth mate rato e prove que tem potencial para ser um assassino.

No início ele não consegue, mas, depois da crueldade cometida contra seus amigos. Azoth cria a coragem necessária para matar rato. E assim ele se torna : Kyler Stern, o aprendiz de Durzo Blint.

“A vida é vazia. Quando tiramos uma vida, não estamos tirando nada de valor. Derramadores são matadores. É só isso que fazemos. É só isso que somos. Não há poesia no ofício da amargura”.

O livro é contado em terceira pessoa; A trama do livro gira em torno de conspirações políticas, magia, diferenças sociais, abuso infantil, intrigas familiares, e sociedades secretas.

No inicio o desenvolvimento é um pouco lento, mas eventualmente se torna impenetrável. Os últimos capítulos são repletos de ação e grandes revelações.

“Os fins não justificam os meios.
Os meios não justificam os fins.
Não há ninguem com quem se justificar. Não há justificação. Não há justiça”.

A escrita do livro é fluída -porém não tão boa se comparada a de outros autores do gênero-. Eu gostei bastante da trama, apesar do que ocorre no inicio(sério gente, não gosto quando cometem crueldades com criança x.x).Enfim, apesar dos pesares, o  livro é envolvente e enigmático. Espero que os próximos livros da série sejam tão bons ou melhores!

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta